Produtos Naturais

Oleos essenciais, como usar?

oleos essenciais

Os óleos essenciais são substâncias extremamente versáteis e que conferem uma variedade de benefícios a quem faz uso deles diariamente, podendo ser vantagens ligadas diretamente a conferir saúde e relaxamento, ou ainda para trazer benefícios estéticos, como em cuidados com a pele, cabelos e unhas, por exemplo.

De qualquer forma, seu uso traz uma variedade de vantagens e torna o produto algo indispensável a ter em casa.

No entanto, nem todas as pessoas conhecem de fato a forma correta de utilização dos óleos essenciais, e assim usam de qualquer jeito e acabam não aproveitando de todos os benefícios que eles podem trazer, dependendo de qual seja a finalidade procurada e ainda o tipo de óleo utilizado.

Para te ajudar com isso, trouxemos hoje uma série de informações úteis e importantes sobre como utilizar os óleos essenciais da melhor forma possível, conseguindo assim alcançar o máximo de benefícios com o uso do produto. Vamos lá!

Para que servem os óleos essenciais

Os oleos essenciais são substâncias extremamente versáteis e que conseguem conferir uma variedade de benefícios para quem os utiliza, dependendo de qual seja a composição do produto, e a forma de uso, as vantagens de adotar eles no seu dia a dia mudam.

Dentre as principais finalidades dos óleos essenciais cabe destacar as voltadas para a saúde em si, promovendo um desenvolvimento saudável das atividades do corpo, tais como propriedades analgésicas, que aliviam dores em geral, como hortelã, camomila e lavanda, propriedades digestivas, que melhoram o funcionamento do intestino, como laranja-doce, limão-siliciano, hortelã-pimenta, entre outros.

Os óleos essenciais têm ainda propriedades estimulantes e afrodisíacas, para melhorar o desenvolvimento corporal para o sexo, tais como gengibre, gerânio, sândalo, alecrim e canela. Quem sofre de insônia pode ter uma boa ajuda em tratamento com o uso de óleos essenciais de camomila, lavanda, laranja-doce, entre outros.

Os óleos essenciais somam ainda alta capacidade para tratar problemas relacionados ao sistema nervoso, com propriedades animadores e antidepressivas, tais como o alecrim, noz-moscada, gerânio, e jasmin. Para quem sofre de problemas respiratórios, usar o alecrim, eucalipto e junípero pode ser uma ótima saída.

Por fim, os óleos essenciais conseguem ainda trazer benefícios estéticos, sendo largamente aplicados na indústria de produção de cosméticos, como a lavanda, gerânio, mirra, entre outros.

Uso no dia a dia

Dependendo de qual seja a finalidade procurada, busque adaptar a forma de utilização do óleo essencial, procurado utilizar ele o mais próximo e direto possível da raiz do problema ou ainda do local onde pretende beneficiar. Como por exemplo, caso deseje usar um óleo essencial de lavanda para o cabelo, estude a aplicação dele em seus produtos de hidratação.

Para o uso de óleos essenciais em finalidade fitoterápica a indicada é através de massagem, misturando óleos vegetais com óleo essencial, em uma relação de 30ml de óleo vegetal para 20 gotas de óleo essencial. Faça ainda banhos de imersão, diluindo na banheira uma colher de óleo vegetal e 10 gotas de óleo essencial.

Em compressas, pingue 6 gotas de óleo essencial em 1 litro de água quente ou fria, dependendo da finalidade, e coloque sobre a área desejada.

Para inalar os óleos essenciais, coloque 5 gotas em um recipiente com água quente e cubra sua cabeça com uma toalha, podendo ainda usar ele como aromatizador de ambiente para algo menos intenso, ou ainda com spray ambiental, misturando 3 colheres de álcool e 120 gotas de óleo essencial, agitando e distribuindo no ambiente.

Leia mais em nosso blog.. Um beijo Vanessa e Kelly.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *